Texto por Colaborador: Redação 20/06/2020 - 19:39

Em entrevista concedida ao portal globoesporte.com, o vice-presidente de administração do Internacional, Victor Grundberg, demonstrou confiança de que o Beira-Rio tem boas chances de receber a final da Copa Libertadores em 2021, que desde o ano passado agpra possui o formato de jogo único, igual à Liga dos Campeões.

Segundo ele, além de já contar com um estádio reformado e utilizado em um grande evento como a Copa do Mundo de 2014, a facilidade de acesso existente as margens do Rio Guaíba são pontos que trazem bons presságios a diretoria do Colorado pensando em vencer a disputa.

"Temos um estádio de Copa do Mundo, com 50 mil lugares. O Beira-Rio é um estádio sustentável, a orla do Guaíba está sendo reconstruída, que também leva ao estádio. Há a proximidade com os países que geralmente chegam às decisões e a facilidade de deslocamento. Estamos fora do eixo Rio-São Paulo, mas temos força, inclusive apresentada pela própria Conmebol com o filme do Gre-Nal (da Libertadores). Estamos muito otimistas".

Os concorrentes do Gigante na disputa da edição de 2021 são La Bombonera (Boca Juniors), Monumental de Núñez (River Plate), Libertadores de America (Independiente), El Cilindro (Racing), Mario Kempes (público), Arena da Baixada (Athletico-PR), Arena Corinthians, Morumbi (São Paulo), Nacional de Santiago (Universidad de Chile) e o Monumental Isidro Romero, do Barcelona de Guayaquil.

Já para as edições de 2022 e 2023 da Liberta, entram também no páreo o Monumental e o Nacional de Lima (Universitario e do poder público, respectivamente), o Centenário de Montevidéu (público) além do Atanasio Girardot (Atlético Nacional) e o Metropolitano de Barranquilla (Junior Barranquilla).

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1863 pessoas já votaram