Texto por Colaborador: Redação 26/06/2020 - 01:25

Em declarações ao portal GaúchaZH, o vice de futebol do clube, Alessandro Barcellos, descartou qualquer mínima possibilidade de contratações em um futuro próximo. Com mais de três meses sem futebol, a crise econômica devido à pandemia de Covid-19 evidencia um momento em que o objetivo é a sobrevivência e a mínima estabilidade financeira, sem qualquer possibilidade de investimento em reforços:

"O Inter não vai fazer nenhum investimento e não vai aumentar a sua folha salarial. Qualquer alteração do momento, seria sem acrescentar valor na nossa folha. Sem nenhuma chance disso acontecer, sob pena de estarmos sendo irresponsáveis com o clube todo" destacou o dirigente alvirrubro, para emendar que, ainda assim, o Internacional poderá almejar títulos.

"Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar, mas o nosso objetivo é buscar títulos. A gente tem isso muito claro. A nossa comissão técnica trabalha para ganhar e buscar títulos. Isto faz um time reconhecido e marcado. O planejamento muda constantemente em termos de datas por conta do calendário atual. Mas o planejamento segue. A cada dia o calendário aperta um pouco mais, mas nós temos a clareza e estamos trabalhando (...) Os reforços foram buscados, aproveitamos a nossa categoria de base e temos um grupo equilibrado, com mais de um atleta para cada posição. Todos serão utilizados e necessários", projetou.

Planejando faturar cerca de R$ 400 milhões em 2020, em média, são R$ 33,3 milhões por mês. Até abril entraram R$ 70 milhões, média de R$ 17,5 milhões mês. A pandemia parou o futebol e arrebentou com as finanças dos clubes.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1783 pessoas já votaram