Texto por Colaborador: Redação 15/08/2020 - 19:00

Assim como na vinda do atacante Yuri Alberto ao Beira-Rio junto ao Santos, o Inter agora sofre da mesma "dor de cabeça" com o meia Eduardo Scheit, de 19 anos. Sem contrato desde o final de maio depois de recusar oferta de novo vínculo no Beira-Rio, a promessa está na mira do Athletico-PR. Por lei, o Colorado tem direito a igualar qualquer proposta.

Segundo informações do UOL, Scheit, recebeu oferta de renovação por três temporadas e comunicou oficialmente não aceitar a proposta, enquanto o Athletico-PR já tem tratativas em andamento com o jogador..

A proposta alvirrubra previa salário progressivo, a partir de R$ 7 mil, e cessão de 15% dos direitos econômicos ao próprio jogador. Multa rescisória fixada em 60 milhões de euros (R$ 385,24 na cotação atual). A oferta foi apresentada oficialmente em 5 de março deste ano. Após 18 dias, houve recusa formal por parte do estafe do atleta.

Dudu Scheit tem histórico de convocações para seleção brasileira de base, foi capitão de times do Internacional e destaque em recentes títulos das equipes inferiores do clube, mas protagoniza o imbróglio da renovação há tempos. Tanto que ficou fora da lista de inscritos do clube para Copa São Paulo de 2020, conquistada sobre o Grêmio.

Scheit é comparado a Peglow, meia-atacante da base do Inter campeão mundial sub-17 com a seleção brasileira na temporada passada. Atualmente, Peglow está no elenco principal e vem sendo preparado para ser usado pelo treinador argentino Eduardo Coudet ainda em 2020.

Nas últimas duas temporadas, o Internacional reformulou as categorias de base para voltar a captar e desenvolver talentos. O projeto contou com consultoria belga e mudança em cargos decisivos do setor. Em 2020, mais de 22 jovens já foram chamados para período de treinos ao lado dos profissionais. Eduardo Coudet observa os times inferiores para ter reforços caseiros.

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

943 pessoas já votaram