Texto por Colaborador: Redação 03/10/2020 - 19:00

Tendo Musto - este que inexplicavelmente atuou em todos os clássicos de 2020 - e Uendel entre os XI, o Inter encarou mais um GreNal na temporada tentando provar que não seria mais um saco de pancadas do rival. Abrindo a 13° rodada em uma Arena chuvosa, neste sábado (3), a equipe vermelha conseguiu ser "menos pior" do que nos últimos confrontos contra o time de Renato, mas novamente saiu sem os três pontos. Demonstrando inúmeras dificuldades de criação, o Clube do Povo fazia um duelo parelho até Pepê abrir o placar, tendo Musto ridiculamente expulso instantes depois, como de praxe. Quando tudo parecia perdido, no entanto, Galhardo (que teve uma apresentação terrível) empatou de pênalti, aumentando a invencibildiade azul para 11 jogos. Com a igualdade, o Inter é vice-líder, com 22 pontos, enquanto o Grêmio chega a 14 e ocupa a 14ª colocação na tabela do Brasileirão, mas pode até encerrar a rodada no Z-4. 

 Agora, o Internacional visita o Bragantino na próxima quinta-feira (8), às 21h, pela 14° rodada.

O Inter fez uma etapa inicial corajosa tentando marcar o rival na frente e tendo a bola na maior parte do jogo (65%), mas sem uma defesa de Vanderlei. Com claras dificuldades para criar, mesmo um Grêmio bastante abaixo alcançava 9 finalizações contra apenas 2 dos vermelhos. Ainda assim, a melhor oportunidade do jogo veio pelos pés de Heitor, que entrou livre na área e finalizou, enquanto Galhardo e Abel pediam desesperadamente o cruzamento. Foi uma partida fraca e com empate justo até a ida no intervalo.

No segundo tempo, com um co-irmão mais agressivo, o Colorado passou a ter mais dificuldades na saída de jogo, mas quando conseguia ultrapassar a primeira linha de marcação, chegava com muitos espaços. Foi assim que Galhardo chegou no mano a mano com 3 jogadores de cada lado, mas, ao segurar a bola e sofrer uma falta de Lucas - não marcada pelo VAR - se viu obrigado a assistir o primeiro gol gremista, em lance de puro azar após rebatida entre Cuesta e Moledo. Se não bastasse o 1 a 0, Musto - o volante mais burro e inútil dos últimos 3 anos - novamente foi expulso num clássico, ao acertar uma cotovelada em lance totalmente fora do jogo. O cenário parecia ser mais do mesmo de sempre: derrota, com o Colorado ainda perdendo um gol livre na cara de Vanderlei. A sorte, no entanto, virou nos instantes finais, quando um penal marcado de Bruno Cortez deu a oportunidade para a iguldade no marcador. Pouco depois, com a expulsão do lateral esquerdo tricolor, ambas equipes criaram pouco fechando o placar.

DESTAQUE POSITIVO: DALESSANDRO, HEITOR

FICOU DEVENDO: MUSTO E GALHARDO

FICHA TÉCNICA & CURIOSIDADES

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

851 pessoas já votaram