Texto por Colaborador: Redação 03/09/2021 - 19:01

Em entrevista ao programa Dividida, do Canal UOL para o jornalista a Mauro Cezar Pereira, o CEO Colorado, Giovane Zanardo falou a respeito do trabalho da diretoria para economizar um valor próximo de R$ 18 milhões. Segundo o dirigente do Inter, todas as medidas tem por objetivo propiciar um futebol mais forte. Confira os principais trechos da entrevista.

DECLARAÇÕES:

Sobre as medidas de economia do clube a longo prazo: "Buscamos duas coisas, o enfrentamento da dívida e melhorar a nossa capacidade de investimento para ser um clube de futebol ainda mais forte. Então, sem dúvida que isso tem sim impacto no futebol, só que muitas vezes o impacto não é imediato, ele é construído".

Sobre as demissões: "Em termos de valores, esse conjunto de medidas que estamos fazendo e não especificamente a saída de 10, 12, 15, 20, 40 colaboradores, mas o conjunto, a revisão de contratos, a revisão de processos, a revisão de sistemas, a saída dos colaboradores, todo esse conjunto de medidas projeta uma economia para este ano ainda da ordem de R$ 18 milhões. E se eu anualizar isso para o ano de 2022, eu estou falando de quase R$ 60 milhões".

"Com essa redução da estrutura de um modo geral, com a melhoria de processos, trazendo mais eficiência para o clube, eu irrigo o caixa desta forma e isso me permite reduzir dívida, o que vai fazer com que eu também tenha serviços financeiros menores, irrigando o caixa também, e aí, obviamente que uma outra estrutura melhorada de caixa me permita uma capacidade de investimento melhor, que paulatinamente vai sendo implementada".

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1422 pessoas já votaram