Texto por Colaborador: Redação 05/04/2021 - 18:00

Segundo informações da GZH Esportes nesta segunda-feira, a direção colorada irá apresentar neste mês ao Conselho Deliberativo o balanço do ano passado, que registrará o maior prejuízo da história do clube. Nos próximos meses, a gestão pretende cortar gastos para terminar 2021 com déficit zero.

Segundo a publicação, o maior saldo negativo já registrado até hoje pelo clube foi em 2017, valor próximo dos R$ 62 milhões. Como as contas de 2020 estão na fase de análise por uma auditoria independente, os números atuais ainda não foram revelados. Mas conforme apurado pelo jornal, o déficit será muito superior ao apresentado há três anos, podendo inclusive ultrapassar os R$ 90 milhões.

Apesar do cenário complicado, a direção tem como meta fechar 2021 sem déficit. No plano orçamentário já aprovado pelo Conselho, a estimativa é de um pequeno superávit de aproximadamente R$ 200 mil. A nova diretoria já trabalha em novas medidas para cortar gastos em praticamente todas as áreas do clube em 2021.

No futebol a ideia é aliviar a folha de pagamento, emprestando ou liberando jogadores que não serão aproveitados pelo técnico Miguel Ángel Ramírez. A meta é arrecadar R$ 90 milhões com vendas de jogadores.

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

254 pessoas já votaram