Texto por Colaborador: Redação 07/03/2021 - 00:00

A jornalista da Band, Christiane Matos, lembrou o histórico de técnicos estrangeiros no Beira-Rio e da escassez de boas opções no Brasil para destacar que a vinda do espanhol é uma boa aposta para os dois lados durante participação no programa Tiki Taka, da Band Sports. Confira sua opinião:

"Ele é um treinador muito novo, tem 36 anos, tem uma passagem pelo profissional e o resto é pela base, então assim como vejo que o Inter faz uma aposta, para ele também está sendo uma aposta. Ele até brincou que está dirigindo uma Ferrari, então vocês imaginam: para ele está sendo a grande aposta, grande oportunidade da curta carreira até então. Ele trouxe todos seus amigos e profissionais no qual ele confia justamente com a expectativa de fazer um bom trabalho. A gente vê que tá se criando essa cultura de trazer treinadores estrangeiros, mas se a gente pegar o exemplo do próprio Internacional nós tivemos 3 que não tiveram um grande sucesso, o Fossati, em 2010, depois o Aguirre em 2015, que ganhou um Gauchão e agora o Coudet, que estava muito bem no Brasileiro mas de uma hora para outra pegou o boné e foi embora, então acredito que ainda é uma cultura a ser trabalhada. Acompanhei o trabalho do Fossati de perto e posso dizer para vocês que teve sim uma dificuldade muito grande dos jogadores entenderem a nova metodologia de trabalho que era bem diferente do que eles estavam acostumados naquela época, então é um processo de uma transição que estamos vivendo. Mas, também, se pensarmos no mercado de treinadores brasileiro a gente percebe que eles são muito escassos, são sempre os mesmos, vemos pouquíssimos jovens treinadores despontando. Então os clubes tem que ir atrás de outros e tentar também novas metodologias que possam dar bons frutos no futebol brasileiro."

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

254 pessoas já votaram