Texto por Colaborador: Redação 12/08/2020 - 17:45

Após empatar em 1 a 1 diante do Red Bull Bragantino na estreia do Campeonato Brasileiro 2020, o Santos encerrou na manhã desta quarta-feira (12) a preparação para o segundo compromisso pela competição nacional, diante do Internacional, no Beira-Rio, nesta quinta-feira (13), às 19h30.

Titular no primeiro jogo do Peixe na Série A deste ano, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan poderá alcançar na partida contra o time gaúcho a marca de 50 jogos com a camisa do Santos FC, caso seja mantido na equipe. Ele chegou ao clube no primeiro semestre de 2019 e, desde então, entrou em campo 49 vezes e marcou dois gols.

“Estou muito feliz por me aproximar dessa marca de 50 jogos com a camisa do Santos FC. Uma marca histórica para mim, em um clube com uma expressão muito grande no cenário mundial e que passaram muitos jogadores renomados. Se tiver a oportunidade de atuar contra o Internacional, espero fazer um bom jogo e ajudar a equipe a conquistar a vitória”, afirmou.

Neste ano, apesar de ainda não ter balançado as redes, o jogador e atual dono da camisa 3 santista é o líder de assistências do elenco do Alvinegro Praiano, com três registros – ele divide a primeira colocação com o venezuelano Soteldo. Curiosamente, o primeiro dos dois tentos anotados pelo jogador aconteceu justamente em Porto Alegre, na estreia do Brasileirão 2019, contra o Grêmio.

“As recordações daquele dia são as melhores possíveis. Também era início de campeonato, como agora, e era um jogo muito difícil. Sabemos a dificuldade que é jogar no sul contra Grêmio e Internacional, mas tenho boas recordações e espero repetir a boa atuação nesse nosso próximo jogo contra o Internacional”, falou.

O duelo com o Internacional será o segundo do Santos FC com o técnico Cuca no comando da equipe, que está em sua terceira passagem pela Vila Belmiro. Contra o Red Bull Bragantino, o treinador teve apenas dois dias de trabalho. As atividades foram intensificadas durante os últimos dias e, de acordo com Felipe Jonatan, podem fazer o torcedor ver um pouco mais da nova cara da equipe.

“A gente já conhece o Cuca há algum tempo. Eu particularmente nunca havia trabalhado com ele, mas sempre acompanhei e é um treinador que possui grandes trabalhos. Ele é muito qualificado e tenho certeza que vai agregar muito. Antes da estreia ele teve apenas dois dias, então ainda não deu para colocar totalmente a cara que ele quer, mas, com um pouco mais de tempo para a partida contra o Internacional, tenho certeza que vamos jogar um pouco mais do jeito pedido pelo Cuca e faremos uma grande partida”, finalizou.

Fonte: Santos FC / Site Oficial

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1066 pessoas já votaram