Texto por Colaborador: Redação 17/07/2021 - 20:36

O Colorado mede forças com o Juventude neste domingo (18), às 20h30, no Beira-Rio, pela 12° rodada do Campeonato Brasileiro, adversário que contará com dois ex-profissionais que passaram pelo Gigante desde o apito inicial.

O mais conhecido deles é o volante Elton. Com 31 anos, o meio-campista fez toda sua formação como atleta nas categorias de base do Internacional, até estrear como profissional em 2010. No Gigante, permaneceu até 2013, onde conquistou três campeonatos gaúchos e uma Recopa Sul-Americana. Em 2013, o volante defendeu o Criciúma e conquistou o Campeonato Catarinense. Após breve passagem pelo Paraná, transferiu-se para a Ponte Preta, em 2014, onde permaneceu por quatro temporadas. Em 2018, chegou ao Bahia e em três temporadas, conquistou três estaduais.

Outro que estará entre os XI neste fim de semana é o zagueiro Rafael Forster. Natural de Santa Catarina, Rafael iniciou sua carreira no Celeiros de Ases. Na base, o atleta tem passagem ainda pela Seleção Brasileira, onde disputou o Sul-Americano e o Mundial sub-17. Além do Inter, o atleta defendeu Náutico, Osasco Audax, Audax Rio, Brasil de Pelotas e Goiás. Em 2015, Forster teve a primeira experiência no futebol Europeu, quando se transferiu para o Zorya, da Ucrânia. Após três temporadas, foi contratado pelo Ludogorets Razgrad, da Bulgária, onde conquistou três ligas e uma supertaça. Em 2020, retornou ao Brasil para defender o Botafogo, onde disputou a Série A.

A provável escalação do adversário neste meio de semana é a seguinte: Marcelo Carné; Michel Macedo, Victor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Élton, Jadson, Guilherme Castilho e Wescley; Paulinho Bóia e Matheus Peixoto.

Já no banco ainda estará o atacante Roberson, de 32 anos, que retorna à Caxias do Sul para sua quarta passagem pelo time da Serra. Na temporada passada, o jogador disputou a Série A pelo Atlético Goianiense, na grande campanha da equipe na competição. Roberson fez sua formação como jogador nas categorias de base do Grêmio, onde também estreou como profissional, em 2009. Em 2010, teve a primeira passagem pelo Ju. Após retorno ao Grêmio, o atacante defendeu ainda Sport, Avaí e Náutico. Em 2014, voltou ao Verdão, antes de transferir-se para o MC Alger, da Argélia. Em 2017, defendeu o Colorado na Série B.

FOSTER COMENTA RETORNO AO GIGANTE

Forster já enfrentou seu clube formador duas vezes atuando na Capital, porém esta deve ser a primeira oportunidade no Campeonato Brasileiro Série A. Agora, defendendo o alviverde, ele é um dos homens de confiança do técnico Marquinhos Santos, que conta com o jogador como um armador desde o campo defensivo. Forster chegou ao Inter quando tinha 15 anos e permaneceu até os 20. Sempre foi um líder na base colorada, utilizando a braçadeira de capitão em todas as categorias. Participou de grupos junto de Juan Jesus, João Paulo Mior, Lucas Roggia, Marquinhos Gabriel e Marinho. Em declarações ao GZH, o atleta comentou seu retorno ao ex-clube e o duelo desta 12° rodada:

"Eu tenho um carinho muito grande e um respeito pelo Inter, por tudo que me proporcionou. Hoje, tudo que tenho eu devo a base que o Inter me deu. Aprendi muitas coisas e fiz coisas certas e erradas, seja dentro ou fora de campo. Na época, tínhamos profissionais que nos ajudavam fora de campo, então foi importante psicologicamente. Então é um sentimento de alegria. Vou defender as cores do Juventude e volto ao Beira-Rio tentando tornar o placar final diferente do que foi no Gauchão (...) Além de ser um clássico regional, estamos próximos na tabela e podemos ser ultrapassados em casos de derrota. Então será um jogo difícil e bem estudado, como é o futebol gaúcho. A semana cheia para preparação vai nos ajudar a aprimorar o que vínhamos fazendo de bom e tentar minimizar os erros, pois nosso time não é perfeito", disse.

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1394 pessoas já votaram