Texto por Colaborador: Redação 19/11/2020 - 00:25

 Após a cobrança desperdiçada por Uendel e na consequente desclassificação do Inter para o América, nos pênaltis, o que se viu foi uma confusão entre jogadores de ambas as equipes. De acordo com o volante Rodrigo Lindoso, todo problema foi causado pela postura do time mineiro, que ao invés de comemorar optou por "provocar" os colorados, já claramente abatidos pela derrota. Confira suas explicações:

TEXTO

"Primeiro, desculpa a todos, que esperavam a nossa classificação. Acho que a gente foi bem melhor o jogo todo, acabou saindo um gol no último segundo. Pênalti a gente sabe como é (...) Procurei o nosso assessor (depois do jogo) em relação a dar entrevista. Queria esclarecer a confusão porque fui o primeiro a correr ali naquele momento. Nós jogadores somos referências, ninguém quer ver isso na TV. Quando o nosso jogador perdeu pênalti, fui na direção dele dar apoio. Um atleta deles virou para mim e falou uma gracinha, deu tchau, e vocês sabem que ali no campo os nervos ficam à flor da pele.  Já tive várias experiências como essa de classificação ou eliminação nos pênaltis. Nunca tive problema de provocar ou ser provocado".

"Eu quero justamente retratar isso, que não é porque 'o Inter não sabe perder e quis arrumar confusão', foi uma questão particular, minha, que recebi uma provocação (...)  "Infelizmente, esse jogador, Alexandre, e o treinador deles (Lisca) ficaram fazendo provocações bem diretas. Fica aí, mas passou, já me retratei. O América-MG precisa ter respeito com a gente, assim como a gente também não pode desrespeitar o time deles".

Avaliação da partida: "Hoje, acho que a gente mostrou durante os 90 minutos, a gente sufocando eles no campo deles. Acho que, no primeiro tempo, (tivemos) 62% de posse de bola e algumas finalizações".

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

795 pessoas já votaram