Texto por Colaborador: Redação 21/10/2020 - 14:38

Nesta terça-feira (20), Rodrigo Lindoso, falou ao programa “Expediente Futebol”, dos canais ESPN, sobre o próximo confronto do time no Campeonato Brasileiro, contra o Flamengo. Durante o bate-papo, o jogador comentou que, atualmente, o Rubro-Negro, atual campeão da Libertadores e do Brasileiro, não tem mais ‘jogos fáceis’, entre outros assuntos. Confira:

"Eu costumo dizer assim, quando o Flamengo teve aquela sessão de vitórias, ninguém conseguia ganhar deles, veio uma pessoa de fora, com um método diferente, era uma coisa nova em relação ao que era o futebol brasileiro. Ano passado o Flamengo jogava com uma linha bem alta, a maioria dos gols eram roubadas de bola no campo do adversário, não era um time que ficava esperando somente o adversário errar. Essa pressão que eles davam acabava ocasionando em vários erros e eles aproveitavam isso pela qualidade dos jogadores (...) O atual campeão Brasileiro e da Libertadores não tem jogos fáceis hoje em dia até porque os outros times estão ligados, tiveram tempo para se preparar".

"A gente sabe que não está garantido na Libertadores, precisamos ao menos de um empate, então acho que pensar em Flamengo agora é um pouco de falta de respeito pela Católica, mas sendo curto e grosso vai ser a decisão."

Diferença entre Coudet e treinadores brasileiros: "Não quero entrar em polêmica, cada treinador ou jogador tem suas maneiras de pensar, suas filosofias, óbvio que ele se torna diferente pelo fato da nossa campanha, da nossa situação, mas a gente teve sim uma diferença de preparação, até hoje brincamos sobre a parte física, que eles gostam de treinar, mas isso tem um resultado dentro de campo, na intensidade. A gente vem demonstrando nossos jogos de imposição, isso foi o impacto grande, parte física. Vem dando frutos, é normal quando tivemos aquela sequência ruim gerou certa desconfiança, mas isso é coisa de torcedor. A gente sabia do que era capaz, é dar continuidade a isso".

Dá pra ganhar Brasileiro e Libertadores?: "Acho que uma das perguntas que respondi há pouco sobre a oscilação, acabou que virou uma certa desconfiança devido a 4 jogos. Fui até perguntado depois do Bragantino que antes era 4 empates, agora são 5 jogos sem perder, como agora são 8. Algumas das justificativas que posso dar é pelo fato dele rodar, o dia a dia nosso ele faz com todo, mesmo com os que não vão iniciar. Então é necessário essa rotação de jogadores, tem uns que aguentam mais jogos, mas ele tenta dar, ele (Coudet) sempre fala sobre quilometragem, uma parte física no jogo muito grande. Ele não foca somente nos 11 mas nos 30 e poucos jogadores. Por isso acho que temos sim condições de lutar por todas as competições. Por isso não dá pra ir sustentando o mesmo time 3, 4 ou 5 jogos seguidos">

O confronto entre líder e více-lider será domingo (25), no estádio Beira-Rio, às 18h15, pela 18° rodada.

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

633 pessoas já votaram