Texto por Colaborador: Redação 03/07/2020 - 08:44

Sem ver a bola rolar desde 15 de março de 2020, após a goleada sobre o São José, pelo Gauchão, a longa pausa devido à pandemia de Covid-19 pelo menos viabilizou a repuperação de vários atletas que estavam lesionados ou em recuperação no DM colorado. 

De acordo com o jornalista Douglas Demolinier, de GaúchaZH, Rodrigo Dourado e Peglow tiveram tempo para intensificar os trabalhos de fisioterapia e se tornam opções para a metade final da temporada. O atacante de 18 anos já trabalha normalmente com o restante do elenco alvirrubro, enquanto que o volante está no estágio de retreinamento, seguindo as orientações do preparador físico Cristiano Nunes.

Por outro lado, é preciso observar um elemento novo no futebol pós-parada: o grande aumento de lesões, batendo na casa dos 25%, segundo estudo. 

Uma pesquisa realizada pela plataforma Zone7 (via Folha), especializada em previsão de risco de lesões e que trabalha com 35 times profissionais de futebol em todo o mundo, mostra que jogar oito partidas em um período de 30 dias, existe um aumento de incidência de lesões em 25% quando comparado a quatro a cinco partidas no mesmo período.

Segundo a BBC Sport, a Bundesliga foi oficialmente autorizada a recomeçar em 7 de maio, nove dias antes do início do primeiro jogo. Com o preparo em cima da hora, oito jogadores sofreram lesões nos seis jogos realizado no dia 16 de maio, taxa considerada acima do normal pela plataforma.

Se as pessoas na Europa ficaram inativas por dois meses e começaram a desmoronar, o que acontecerá com os nossos quando tivermos que retornar após três, quatro ou cinco meses?

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2665 pessoas já votaram