Texto por Colaborador: Redação 22/05/2020 - 16:06

Em entrevista nesta sexta-feira (22) ao programa Bola nas Costas, da Rádio Atlântida, o presidente do Inter, Marcelo Medeiros, afirmou que o clube, nas atuais circunstâncias, conseguirá se manter sem a bola rolar até o mês de setembro.

"Existe uma sinalização de que o futebol pode voltar em meados de julho, começo de agosto. Temos fôlego para aguentar isso. Agora, se não voltar até o final de setembro, a coisa vai complicar. Quando essa pandemia começou, nossa área de finanças fez um desenho de três cenários que poderíamos enfrentar: otimista (paralisação de 30 dias), moderado (60 dias) e o pessimista (90 de dias ou mais). Já estamos entre o moderado e o pessimista" afirmou Medeiros.

Perspectiva financeira: "Em 2019 conseguimos alcançar o terceiro principal orçamento do país atrás somente de Flamengo e Palmeiras, pela primeira vez da história superando São Paulo e Corinthians que são clubes que por serem do cento do país, pela força econômica, tem sempre faturamentos melhores que nós. Iniciamos essa caminhada (ajuste) diminuindo nosso déficito de 60 para 15 e no ano passado tivemos um de 3 milhões, era um processo da busca pelo equilíbrio financeiro que permitiria deixar para trás o momento mais difícil que tivemos recentemente. Agora essa crise atingiu a linha produtiva como um todo, desde a construção civil, aviação, hotelaria, turismo, restaurantes e a gente tá vendo toda hora pessoas fechando os seus negócios com muita dificuldade para enfrentar o período que já vai quase 70 dias sem poder produzir. É muito difícil manter a sua atividade arcando com todas as despesas que são ordinárias, nós estamos perdendo perdendo bilheteria e não vamos recuperar lá na frente, nós não sabemos ao certo e com precisão quando o futebol vai voltar".

Sobre Covid-19, alertou: "Tenho amigos que ficaram 30 dias hospitalizados, teve um dirigente do Grêmio que ficou 60. Tá longe de ser uma gripezinha".

Confira o programa na íntegra (entrevista começa nos 26:00):

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2968 pessoas já votaram