Texto por Colaborador: Redação 14/01/2021 - 18:21

Guilherme Caputo, médico Inter, foi a sala de imprensa nesta quinta-feira (13) conceder entrevista coletiva. Tentando esclarecer sobre a recente lesão de Rodrigo Moledo, Caputo explicou caso a caso e os motivos que levaram o DM alvirrubro  estar cheio desde as graves lesões desde Paolo Guerrero, Saravia e Boschilia. Confira suas explicações: 

Sobre a lesão de Rodrigo Moledo:  "O Moledo teve um trauma no jogo contra o Ceará e acabou seguindo na partida. No pós-jogo, estava com uma leve dor, mas nada que preocupasse. Foi medicado, fez fisioterapia. É uma lesão que não pode ficar assim, é uma lesão que prejudica o atleta durante os treinos e nós optamos pelo procedimento cirúrgico".

"Ele voltou a treinar e disponibilizamos ele para o Abel no jogo contra o Goiás. Na partida, teve boa performance, não sentiu. Teve, eventualmente, algum desconforto, mas conseguiu desempenhar. Depois do jogo, apresentou um pouco mais de inchaço no joelho. A gente decidiu por investigar, ir um pouco mais a fundo. Fizemos uma imagem e constatamos a ruptura do ligamento cruzado posterior. Moledo sentiu pouca dor após o jogo contra o Ceará. A maior dor foi após o jogo contra o Goiás. São de 6 a 9 meses de recuperação. Aproximadamente. Ele vai ser operado, depois vai passar por fisioterapia. Ele deve estar de volta no último trimestre, lá por setembro. 

Série de lesões: "É compreensível que a gente pense em algum causador dessas lesões, já que elas foram frequentes. De todos esses atletas que tivemos essa situação, apenas o Saravia foi uma situação de rotação sozinho. Os demais, o Guerrero, o Boschilia e o Moledo, é uma situação que não tem como evitar, de contato. O Moledo é extraclasse, o nível muscular dele impressiona."

"É claro que, eventualmente, alguém pode pensar na preparação física. Olha, absolutamente não. A preparação no Internacional é excelente. Imagine que o Moledo com uma lesão conseguiu jogar um jogo inteiro pelo nível físico e muscular que tem.  O atleta sempre trabalha em intensidade, tanto em fisioterapia quanto depois na recuperação física, então tem que fazer todas as fases da melhor maneira possível (...) Nosso departamento de fisioterapia é excelente. Tanto é que os atletas que estão reabilitando o [ligamento] cruzado anterior estão evoluindo muito bem"

Situação de Galhardo: "O Galhardo sofreu uma lesão de panturrilha, uma lesão muscular. A gente está avaliando semanalmente, ele está evoluindo bem, a fisioterapia está trabalhando com ele em dois turnos. A gente acredita em 10 dias. Talvez um pouco mais. Ele está sendo avaliado diariamente. Está evoluindo bem com fisioterapia em dois turnos”.

Categorias

Ver todas categorias

Miguel A. Ramírez é o nome certo para comandar o Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

2639 pessoas já votaram