Texto por Colaborador: Redação 04/10/2020 - 17:00

Confira um breve compilado com algumas análises do empate colorado no GreNal 428 deste sábado (3), pela 13° rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena OAS. Tendo novamente Musto expulso, a atuação vermelha foi mais uma vez considerada inferior ao rival, em um jogo apagado e de baixo nível técnico. Ao contrário das criticas ao volante argentino, Heitor e Moledo receberam elogios. Veja abaixo:

DIMITRI BARCELLOS - RÁDIO INFERNO

Grenal que poderia ter sido muito, mas muito pior para o Inter com mais uma exibição de pura indisciplina do Musto. Equipe mais uma vez aquém em termos de criação de dinâmica no meio-campo. D'Alessandro entrou e deu outro tom, mas não dá para depender apenas dele.

Ao meu ver, pedir o D'Alessandro como titular é justamente desprezar o contexto em que ele faz mais diferença hoje: saindo do banco para mudar a equipe. As atuações mais efetivas dele desde a volta do futebol foram assim. Quando titular, passou longe de ter produção.

Imprescindível destacar o jogo seguro do Heitor hoje na Arena. Muito atento defensivamente.

Como cobrar repertório de esquemas para uma equipe quando mal se tem espaço para treinar o sistema principal e adaptá-lo às mudanças nos 11 iniciais a cada jogo? Quando se cobrou a volta do futebol a toque de caixa, ignoraram o fator mais valioso para trabalhos evoluírem: tempo.

Só um exemplo: Inter viajou a madrugada inteira da Colômbia para Porto Alegre de terça para quarta, chegou pelas 11h e 12h já estava treinando. Não tem tempo nem para recuperar os jogadores direito, que dirá tentar implementar variação tática.

Sobre isso, já vou deixar o coração de vocês preparadinho: 2021 bem possivelmente vai ser nesta batida aí também. CBF vai literalmente emendar uma temporada na outra, sem tempo para ajustes antes dos campeonatos do novo calendário. A régua vai ser baixíssima.

CRISTIANO OLIVEIRA - GUAÍBA

Empate horroroso para os dois times na tabela do Brasileirão. Inter não encosta no líder e o Grêmio se aproxima do Z4.

GreNal 428 infeliz por parte dos treinadores. Coudet vai morrer abraçado com Musto; Renato, com seus “cascudos” que não resolvem nada.

Musto foi titular em todos os Grenais de 2020. Cometeu um pênalti e foi expulso duas vezes.

Jogador marmanjo, experiente, rodado, mas com inteligência de juvenil. Coudet que embale e dê colo. Essa bronca é dele.

Rodrigo Moledo é o melhor zagueiro do grupo do Sport Club Internacional.

Colocá-lo no banco é crime lesa-pátria.

MARINHO SALDANHA - UOL

O problema do Inter segue sendo a mecânica ofensiva. O time tem muitos jogadores à frente da linha da bola mas é refém de dois processos criativos: Retomada no campo de ataque ou inversão pro 1 x 1 na lateral. Até deu certo com Heitor no 1T. Mas é pouco.

Pelo centro, seja por falta da troca de passes mais rápida, de dribles, de vitória pessoal, de criatividade, a realidade é que o Inter não cria. É um time viciado na posse de bola. Ao invés de arriscar, opta por "sostener" e retornar. Do ataque até o goleiro e recomeçar...

Atrás no placar o Inter "acordou". Não apenas por colocar D'Alessandro, mas porque não tinha outra alternativa. Era atacar ou perder. E ainda assim criou bem pouco. Galhardo teve uma chance. Não mais. E vieram expulsões e o o pênalti, transformando o jogo em um cenário atípico.

No 11 x 11, o Inter do 1º tempo até teve evoluções defensivas. Ofensivas não. Quando tentou ser mais eficiente na criação, o Inter deu espaço e sofreu. Portanto, não vejo avanço real no time. Me parece ainda repetitivo, sob um modelo que talvez não tenha qualidade para executar.

Em tempo: O fato do Inter não ter sofrido gol de bola aérea não significa que ela tenha melhorado. O Grêmio concluiu ao menos três vezes com vitória pessoal de seus jogadores em cruzamentos.

THIAGO SUMAN - RÁDIO INFERNO

O Inter é cognitivamente fraco. Tem uma coletiva represa de criatividade, inteligência e controle emocional.

D'alessandro seguir a única fábrica criativa do time em 2020 é o símbolo de uma gestão que contratou a granel sem a mínima equação de inteligibilidade para superar essa dependência.

Grêmio jogou seu clássico mais apático no ano e ao fazer isso se igualou ao Inter. Ou seja, o Grêmio mal rende o mesmo do que o Inter desesperado pela vitória e isso diz muito dessa fase mórbida.

Eu e o Dimi Barcellos votamos em Heitor como melhor em campo. A equipe da Infenro escolheu D'alessandro. Os dois, Moledo e Lomba são os destaques da partida.

Lucas Silva abaixo da sua régua, Cortez em outra dimensão e as ausências de Kanemman, Geromel, Maicon, Jean Pyerre somatizam as razões do Inter ter tido equilíbrio no Grenal.

Vou mais longe: se tiver grenal na CdoB e na Libertadores: Inter não vence e acaba eliminado pelo Grêmio. A chance de estabilizar o voo para isso era lavar a alma hoje. Não fez.

Melhor Grenal do Inter no ano foi o 0x0 pela Libertadores. Segundo melhor foi 1x1 pelo Brasileirão com o Grêmio em baixa frequência e o Inter dando a vida. Lá de Março lara cá o Inter regrediu muito e a gangorra está emperrada.

Pra elementos de tabela em temperatura e pressão normal, empatar com o Grêmio na Arena é negócio. Brabo são os pontos perdidos contra Fortaleza, Goiás etc..

FILIPE DUARTE - GZH

Inter repetiu seu próprio filme de outros Gre-Nais. Teve mais a bola, mas não conseguiu romper as linhas de marcação. Falta confiança e um jogador com capacidade de 1x1. Só chegou em lançamento de Cuesta pra Heitor, nas costas de Cortez.

1ºT de Gre-Nal fraco tecnicamente na Arena. Chuva também contribuiu para um jogo extremamente físico, com muitos chutes de longe e bola aérea. Assim, inclusive, Grêmio levou mais perigo.

2ºT agitado na Arena, completamente diferente do 1ºT. Grêmio fez o gol, parecia que venceria de novo. Inter melhorou com entrada de D'Alessandro e empatou. Terminaram igualados no placar e em número de homens em campo: 10x10.

No todo, Grêmio foi melhor no Gre-Nal. Quando já estava 1x0, Lomba evitou que placar fosse aumentado. Depois, Tricolor não soube se sobressair enquanto teve 1 homem a mais. Levou azar no pênalti de Cortez (que me pareceu sem intenção, mas está na regra).

EDUARDO DECONTO - GE

O Gre-Nal hoje foi bem fraco.

Mas o Inter voltou a ser inferior ao Grêmio em mais um clássico e teve em Marcelo Lomba seu melhor jogador hoje.

Se pode falar da falta não marcada em Galhardo na origem do gol do Grêmio. Mas atrelar o empate a isso é tapar sol com a peneira.

Heitor foi muito bem no clássico hoje. Atuação pra assumir a lateral direita na ausência de Saravia.

E se o clássico foi ruim, D'Alessandro fez o Inter melhorar no segundo tempo.

Não acho que deva ser titular do Inter. Mas deve, sim, ter papel mais importante do que tem hoje no elenco.

WAGNER JUNG - RÁDIO INFERNO

O empate veio com lucro nesse jogo. Depois de ter 1 a menos e estar perdendo.

Mas verdade seja dita: Estamos 11 grenais sem vencer.

Categorias

Ver todas categorias

Tu aprova o nome de Abel Braga para substituir Coudet até fevereiro?

Sim

Votar

Não

Votar

724 pessoas já votaram