Texto por Colaborador: Redação 31/07/2020 - 00:00

O pedido de investigação sobre a doação de terreno do governo do RS ao Inter, realizado pelos deputados estaduais gremistas Fábio Ostermann e Giuseppe Riesgo (Partido Novo), em junho, foi arquivado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) nesta quinta-feira (30), segundo informações do portal GaúchaZH, dando conta de que a promotora de justiça assessora do MP-RS, Carla Carpi Nejar, argumenta que a revisão das avaliações de valores das áreas doadas para construção do CT de Guaíba, questionadas pelos parlamentares, não é atribuição do órgão.

Segundo a decisão, não há indícios de irregularidades na avaliação feita pelo Estado, apenas foi feita com critérios diferentes:  a discrepância ocorre porque o Estado avaliou a metragem e a localização da área, enquanto o Inter levou em conta os investimentos e projetos do clube a serem erguidos no local.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2968 pessoas já votaram