Texto por Colaborador: Redação 29/03/2020 - 01:31

No dia 6 de maio de 2019, o Internacional comunicava que fechava um acordo de novo material esportivo. Após oito anos de parceria com a Nike, a direção optou por assinar um contrato diferente e que vinha sendo até aquele momento usual mesmo à nível internacional. 

Após renovar com a empresa norte-americana em 2015 por R$ 7 milhões fixos por temporada e outros R$ 7 milhões pagos em 40 mil peças (para uso do clube), a lógica do acordo com a Adidas foi alterado, seguindo as últimas tendências do mercado no setor. Isso porque no contrato de 3 anos firmado com os alemães preferiu-se por um expressivo aumento de royalties para o clube (com a Nike a % era ínfima por venda), com o Inter tendo direito a 27% do que for comercializado. Além disso, ficou acertado a ampliação da gama de produtos - 23 contra apenas 7 em anos anteriores -, aumentando as chances de aumento de vendas e, consequentemente, ganhos financeiros.

Tudo navegava como o esperado e vinha sendo reforçado pelos bons números no varejo (de Janeiro e Fevereiro) até que no início de março, o futebol brasileiro parou. Com isso, a loja do clube fechou as portas, o comércio não pode vender e com exceção de um pequeno mercado virtual ainda ativo (produtos de futebol não são prioridade em momentos de crise), as receitas desse acordo simplesmente não virão, despencando para valores insignificantes. 

Em janeiro, projetamos uma receita de R$ 1.275,75 nos cofres do Beira-Rio após a comercialização de cerca de 25 mil produtos no primeiro mês da temporada, que, logicamente, cairão drasticamente até o retorno aos gramados e a normalidade no país. Ainda que o clube jamais conseguiria prever uma pandemia do tipo, se estivesse com a Nike - ou outro parceiro em um acordo anual - teria uma mínima segurança econômica para esses momentos de crise. 

Assim, nos resta torcer por dias melhores, recomendando para quem ainda possua as condições econômicas, a compra de produtos do clube via internet, diminuindo esse prejuízo. 

Os produtos podem ser adquiridos em: adidas.com.br/internacional ou https://www.lojadointer.com.br.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

671 pessoas já votaram