Texto por Colaborador: Redação 08/01/2021 - 00:20

Em sua primeira coletiva de imprensa após um jogo oficial do Internacional, o novo executivo colorado - que acompanhou a delegação no 2 a 0 sobre o Ceará, nesta quinta(7) - Paulo Bracks comemorou a estreia com vitória. Deixando claro que a "política não vai entrar em campo" o dirigente também elogiou os jovens da base e o ambiente do elenco, além das chances de título. Confira suas principais declarações após o encerramento da 28° rodada:

TEXTO

Uso dos jovens: "Não só eles (Caio e Yuri), como todos os jovens no elenco serão trabalhados com muita paciência e convicção, porque são o futuro do Inter".

"Nosso trabalho parte da manutenção deste equilíbrio e estabilidade. Essa euforia ou eventuais críticas, que são naturais, nós vamos tentar blindar para que os objetivos próximos e factíveis sejam alcançados. Da minha parte, da parte da direção, encontrei um grupo muito unido, muito focado. Essa euforia, ou até mesmo eventuais críticas que são naturais, a gente vai tentat blindar."

Chances de título: " Vencemos um jogo muito difícil aqui, hoje, e vamos para o próximo. Muito pé no chão, muito foco, sem oba oba nem euforia, para continuarmos nosso trabalho. Enquanto tiver matemática nós vamos mirar lá em cima para buscar os objetivos. Vamos jogo a jogo, degrau por degrau; A gente vai focar muito na próxima partida, tentar manter essa energia."

Transição após sua chegada: "Nosso papel é dar suporte, manter o equilíbrio e a estabilidade. A entrevista do Abel, nosso comandante, foi muito clara, lúcida e brilhante quando disse que a política não entra em campo. E aqui no Inter a política não vai entrar em campo".

Categorias

Ver todas categorias

Miguel A. Ramírez é o nome certo para comandar o Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

845 pessoas já votaram