Texto por Colaborador: Redação 11/09/2020 - 01:12

O Inter não é um time perfeito, como já demonstrado na derrota para o Flu, empate contra o Bahia e no próprio primeiro tempo no triunfo sobre o Ceará, nesta quinta. O Inter também não tem o melhor elenco, além de um grupo extremamente jovem e inexperiente. Ainda assim, com tudo isso, Chacho soma 74% de aproveitamento tendo perdido peças chaves como Paolo Guerrero, nomes importantes como Lindoso, Musto, além de possíveis reposições como Peglow, Yuri Alberto, isso sem contar de Rodrigo Dourado e os recém chegados Abel e Leandro Fernandez, que apenas poderão atuar de maneira integral nos próximos jogos. 

Como estaria o Flamengo, por exemplo, sem Gabriel Barbosa, Pedro, Arão e Thiago Maia, além de perder Gerson por mais de um ano? ou o Palmeiras sem Luiz Adriano, Patrick de Paula e Zé Rafael, ou o Grêmio, sem Diego Souza, Matheus Henrique e Maicon, todos ao mesmo tempo. É essa a "bomba" com que Eduardo Coudet tem lidado desde o retorno do futebol e, mesmo com tudo isso e das dificuldades naturais em alguns jogos, o Internacional é líder. Difícil não imaginar, portanto, e se estivéssemos com quase todo o grupo à disposição?

Temos consciência de que nada foi conquistado e que mais difícil do que ser líder é se manter no topo - não apenas na Série A mas concomitantemente na Libertadores e se possível na Copa do Brasil -, todavia, salta aos olhos uma campanha de um trabalho recém chegado no Beira-Rio, com dificuldades acima da média (em uma temporada caótica) mas que se mostra extremamente competitivo, competente. E os números, até agora, provam isso de maneira muito clara (confira abaixo): não somos líderes por acaso.

Internacional (1° colocado) no Brasileirão:

• 1° em gols marcados (15)
• 1° em menos gols sofridos (5)
• 2° em chutes para marcar um gol (5.3)
• 2° em grandes chances de gol (23)
• 1° em jogos sem sofrer gols (6)

Inter 2019 vs Inter 2020

9 rodadas de Brasileirão:

Aproveitamento: 59.2% - 74.1%
Gols marcados: 13 - 15
Gols sofridos: 8 - 5
Grandes chances de gol: 13 - 23
Pontaria no chute: 43% - 53%
Chutes para marcar: 8.4 - 5.3
Chutes sofridos: 77 - 50

Inter no Brasileirão:

9 jogos
6 vitórias
2 empates
1 derrota
15 gols marcados
5 gols sofridos
74% de aproveitamento

- Melhor ataque e melhor defesa
- Melhor aproveitamento
- Artilheiro da competição

Mais gols no Brasileirão até a 9ª rodada desde 2006 (20 clubes):

9 Josiel (Paraná) 2007
9 H. Dourado (Fluminense) 2017
[8] Thiago Galhardo (Internacional) 2020
7 Grafite (Santa Cruz) 2016
7 Bruno Rangel (Chapecoense) 2016
7 Maxi Biancucchi (Vitória) 2013
7 Felipe (Goiás) 2009

Jogadores que conseguiram marcar gol em 6 jogos seguidos pelo Inter nos últimos anos:

• Thiago Galhardo - 2020
• Brenner - 2017
• Leandro Damião - 2012

Dados estatísticos de Sofascore | Marcos Bertoncello | Rodolfo Rodrigues Texto: SCInternacional.net

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1600 pessoas já votaram