Texto por Colaborador: Redação 17/03/2020 - 19:00

O Inter extinguiu nesta terça (17) o seu time B e abriu espaço para o sub-20 ser o último estágio dos Celeiro de Ases antes de ascender ao plantel profissional. Mas quais seriam os reais motivos?

O comunicado oficial refere-se a sugestão da empresa Double Pass, que presta consultoria ao SCI desde 2018, e o alinhamento com uma tendência mundial. Trabalhando no mercado do futebol há mais de 15 anos, a empresa é responsável pela consultoria e aplicação de novos métodos em entidades, federações e clubes. Entre suas clientes, destacam-se a Federação Alemã de Futebol, onde mostrou-se fundamental para reformular o conceito de formação e de jogo das categorias de base do país, além da Premier League, Bundesliga, JLeague, Federação de Futebol dos EUA, entre outros. No Brasil, antes do Clube do Povo, dois clubes tinham contrato com a empresa: Flamengo e Atlético-PR. Também, seguindo as sugestões da Double Pass, em 2019 o clube iniciou as obras para a construção de um novo gramado no CT Parque Gigante, com o objetivo de aproximar os jovens do elenco principal e otimizar o processo de integração entre as equipes. A estrutura ofereceu mais força ao processo de integração, enquanto que o grande sonho vermelho (CT em Guaíba), não sai do papel.

Todavia, existem outras questões importantes, como o aproveitamento de garotos no time principal cada vez mais cedo, dispensando a necessidade de o clube contar com uma equipe de apoio, enquanto que a longo prazo, uma estrutura mais enxuta diminuem os custos, tema quase sempre central para todos os grandes clubes do país, seguindo o discurso chave do vice de futebol alvirrubro, Alessandro Barcellos, no início da temporada de "fazer mais com menos".

A título de exemplo, atualmente Coudet conta no grupo principal com oito atletas com 18 ou 19 anos: os zagueiros Carlos Eduardo e Pedro Henrique, os laterais Heitor e Erik, o volante Johnny, o meia Praxedes e os atacantes Peglow e Guilherme Pato (19).

Tal decisão também não é inédita. Em 2011, após a eliminação nas quartas de final do primeiro turno do Gauchão, o departamento de futebol - então liderado por Roberto Siegmann - optou por extinguir o grupo, enquanto o clube retomou o time sub-23 em 2015.

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1793 pessoas já votaram