Texto por Colaborador: Redação 14/10/2021 - 04:20

Um primeiro tempo irritante apenas criou a lógica causal para um segundo tempo de reação vermelha na importante vitória por 3 a 1 sobre o América-MG, pela 26° rodada, nesta quarta. Como assim?? Exato, dominado pelos mineiros nos 45 minutos iniciais, parecia claro que o bom time de Vagner Mancini não suportaria tamanha intensidade durante os 90 minutos. Nisso, o Saci pegou o Coelho e papou um dos rivais recentes mais indigesto ao colorado e do próprio campeonato, ao vir de 8 jogos de invencibilidade e em 3° no returno. Bora ler uns pitacos do jogo? Com bom humor e leveza, confira as cornetas e bajulações de nossa equipe:

+ Patrick, o Pogba canarinho: Muitas vezes justamente criticado, o Pantera Negra realizou sua segunda partida em excelente nível, somando assistências e gols. Talvez a torcida colorada precise levar o meio-campista com maior leveza e menos ranço: ele não é um craque, nem um zero à esquerda, mas um bom jogador, com altos e baixos. No seu dia, consegue desequilibrar, no seu pior, não rende (ohhhhh, como somos inteligentes, isso é óbvio, você diria? e está certíssimo!). No entanto, poucos reconhecem e que é um atleta voluntarioso, com força física para ajudar na marcação como poucos, mas o principal: não tem reserva imediato à altura. As vezes pode ser ruim com ele, mas quase sempre é pior sem. 

+ Moisés: outro jogador perseguido pela torcida, foi peça fundamental na campanha de 2020 e da mesma forma na atual recuperação após a saída do projeto de treinador, Miguelito. A nível de grupo consegue dar sua contribuição (é o 4° em assistências na temporada) e fez um excelente jogo nesta quarta, somando 4 desarmes (dos 12 do Inter) contra um dos maiores dribladores atacando seu flanco (Ademir).

+ Mercadão Malvadão: contratado como homem de confiança de Aguirre, fez seu segundo jogo em bom nível. Sem firulas, chega forte quando preciso, fazendo o básico ao dominar o setor como poucos. Resumindo: é o inverso de Zé Gabriel. 

+ Dourado: embora o esquema de dois volantes não nos agrade, fato é que com maior liberdade Dourado tem conseguido ajudar em muitos momentos o setor de ataque. Sua assistência para Patrick foi "deeemaiss" e sua contribuição defensiva é sempre ímpar (2 desarmes / 2 cortes e 88% de passes certos). 

+ Johnny: o atleta estadunidense entrou bem e melhorou a dinâmica do meio campo. Mais incisivo, buscou os espaços e tentava quebrar as linhas, coisa que Lindoso só faz na imaginação. Será que a máxima Dourado + Johnny "não dá certo", pode estar mudando?

+ Popular: o 12° jogador alvirrubro, como é gostoso torcer para o Inter com suas músicas no fundo. Inter é alegria, é carnaval, é Popular! 

+ Aguirre: Pegamos no pé do uruguaio, não negamos, mas nesta quarta o SCI talvez tenha conquistado uma das vitórias mais complicadas desde sua chegada. Embora o rendimento da equipe como um todo tenha sido nada mais que satisfatório, o Inter tem se mostrado consistente e equilibrado, ainda que seja preciso mais a longo prazo para voos mais altos. O América-MG claramente cansou na etapa final e passou a oferecer espaços no segundo tempo, porém, o Inter soube avançar as linhas e fazer o seu jogo. 

- Lindoso horroroso: Não dá para aguentar esse sujeito em toda escalação. Na verdade é incrível como Aguirre tem conseguido essa façanha (vencer jogos na maioria das vezes) com um camisa 5 tão inoperante, jogando com 10! Nesta quarta ele somou mais 45 min na sua ficha e, adivinhem? Zero desarmes! O mesmo que contra a Chape! Rodrigo Feioso não dá meus amigos!! O Inter não pode renovar com ele! 

- Taison: uma atuação simplesmente desastrosa do nosso camisa 10. Ainda assim, é salutar ver que conquistamos os três pontos sem ele e com Edenílson de fora. O Inter tem realmente um elenco limitado, mas a nível de Brasil, está entre os 6 melhores. Repetimos de novo: se fizermos o básico - e ainda mais com tempo de descanso e poucas competições - sempre brigamos pelo topo.   

CURIOSIDADES DO JOGO:

 

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

137 pessoas já votaram