Texto por Colaborador: Redação 16/01/2021 - 12:31

Em entrevista da ZH Esportes com o meio-campista Colorado BrunoPraxedes, o jovem jogador Colorado falou sobre vários temas, desde o começo de sua carreira, planos para o futuro, Gre-Nal, Abel, Coudet e sonhos. Confira os principais trechos. 

TEXTO:

Início da carreira: "Comecei no Vasco com nove anos e joguei até os 11. Daí fui para o Fluminense, fiquei seis anos por lá até vir para o Inter."

"Sempre fui meia. Joguei de 10. Com o Fábio (Matias, técnico do sub-20 colorado), fui para segundo volante, chegando de trás, vendo o jogo de frente."

Diferenças percebeu entre o futebol de base o profissional: "O jogo profissional é mais rápido, tem mais força. Quando pega a bola, tem dois, três, quatro caras em cima de você. Tem que pensar rápido, ser mais dinâmico, ter mais velocidade. Precisa se adaptar. É um jogo em que se demorar um segundo a mais, leva porrada ou perde a bola."

Diferença no seu jogo com Abel e Eduardo Coudet: "A questão é mais prática mesmo. O Coudet tinha um pensamento, o Abel tem outro. São dois ótimos treinadores. O Coudet também me abriu espaço, agradeço a ele, e muito do que faço em campo foi com ajuda dele."

Sonho de jogar na Europa: "Com certeza tenho desejo de jogar na Europa, mas antes tenho desejo de deixar minha história aqui no Inter. O momento é esse."

Daqui a uma semana tem Gre-Nal: "É jogo a jogo. Primeiro tem o Fortaleza neste domingo. Sabemos que vamos pegar o Grêmio ali na frente, que vai ser um jogo difícil, contra uma grande equipe. Mas antes tem o Fortaleza e depois tem o São Paulo ainda. Só então vem o Grêmio."

Categorias

Ver todas categorias

Miguel A. Ramírez é o nome certo para comandar o Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

2638 pessoas já votaram