Texto por Colaborador: Redação 08/09/2021 - 16:55

Após constantes tratativas da Federação Gaúcha de Futebol - FGF com o Governo do Estado, foi anunciado no início do mês o retorno da presença do público em estádios do Rio Grande do Sul. Os eventos de futebol têm sido realizados sem torcida desde março de 2020, devido à pandemia de Covid-19. Todavia, o uso da máscara seguirá sendo indispensável, conforme estipulou o governo gaúcho no seu novo decreto. Nesse sentido e tentando evitar possíveis mal-entendidos, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, mandou um recado para os torcedores da dupla em entrevista concedida a Rádio Gre-Nal:

“Se não quiser usar máscara, fique em casa. Quem quiser ir ao estádio terá que seguir todos os protocolos", declarou, para complementar sobre retirar do estádio quem se recusar a usar máscara: "A orientação é essa". Ainda em relação a presença de público visitante, descartou a ideia: "Nesse momento, não vejo como".

Além da obrigação do uso da máscara, a determinação estadual permite um teto máximo de 2.500 pessoas por evento, com apenas 40% de cada setor do estádio podendo ser ocupado.

No entanto, depois das reuniões que ocorreram nesta quarta-feira (8) a volta do público aos não deverá ocorrer tão cedo. Então pode ser que até lá ao menos a quantidade de pessoas que podem ir ao estádio seja ampliada.

Confira as novas regras para competições esportivas, de acordo com o decreto do Governo do Estado:

Protocolos obrigatórios

• Público exclusivamente sentado, com distanciamento mínimo de 1 metro entre as pessoas e/ou grupos de coabitantes.

• Teto de ocupação de 40% das cadeiras ou similares, por setor, até o limite máximo de 2,5 mil pessoas por estádio/ginásio/espaço total da atividade (é vedado concentrar em único setor).

• A autorização será dada conforme o número de pessoas (público) presentes ao mesmo tempo:

- até 400 pessoas: sem necessidade de autorização
- de 401 a 1,2 mil: autorização do município sede;
- de 1.201 a 2,5 mil: autorização do município sede e autorização regional (aprovação de no mínimo dois terços dos municípios da Região Covid ou do Gabinete de Crise da Região Covid);
- acima de 2.501: não autorizado

Protocolos variáveis

• Reforço na comunicação sonora e visual dos protocolos para público e colaboradores.

• Abertura antecipada dos portões, para evitar aglomeração.

• Ordenamento na saída por setor, para evitar aglomeração na dispersão.

• Manutenção de distanciamento de 1 metro entre grupos, vedada aglomeração.

• Presença de monitores para fiscalização do cumprimento dos protocolos de distanciamento e uso de máscara por parte do público (1 para cada 150 pessoas, como na Expointer).

• Venda ou distribuição de ingressos presenciais exclusivamente em datas anteriores à do evento.

• Venda ou distribuição de ingressos na data do evento exclusivamente por meio eletrônico.

 

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1422 pessoas já votaram