Texto por Colaborador: Redação 05/05/2020 - 17:40

Nesta terça-feira o presidente da FGF, Luciano Hocsman, falou sobre a situação sobre um possível retorno do Gauchão e os protocolos apresentados ao Governo do Estado. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Reunião com o governo do Estado: "Não foi uma proposta, foi uma situação de protocolo para ser apresentado ao governador, a ser estudado por ele e pela equipe de saúde."

Sede única: "Eu não trabalharia com essa hipótese, acho que a logística em relação a isso fica complicada. Em nenhum momento se imaginou essa possibilidade. Se essa for uma possibilidade apresentada pelos órgãos de saúde, será algo debatido. Mas, no momento, nada foi pensado a respeito".

Manifestações do prefeito contra o retorno agora dos jogos: "O prefeito tem as razões pela manifestação no sentido de prever uma possibilidade de retorno do futebol para o final do ano baseado em elementos que sua Secretaria de Saúde tem. Faremos contato com a prefeitura para entender a situação".

Possível data: "Não temos como prever uma data. Temos de aguardar o dia a dia, entender a situação de cada região para, com segurança, fazermos uma ideia de retomada".

"Sigo com a expectativa de que não temos como prever uma retomada no mês de maio".

Debate com os clubes: "Na última conversa que tivemos com os clubes que disputam a primeira divisão do Campeonato Gaúcho, praticamente todos demonstraram interesse em disputar a Copa do segundo semestre".

"Se tivéssemos a possibilidade de retomar durante este mês, em termos de contrato de atletas, nós teríamos uma facilidade maior da gestão dos contratos. Não havendo a possibilidade, temos de debater caso a caso".

A questão dos testes: "A questão (dos testes por) amostragem era uma opção da federação. As pesquisas indicam que é ideal realizarmos isso para termos segurança sobre a questão da contaminação".

"Surgiu a possibilidade de uma parceria com um patrocinador da federação, e será possível realizar um teste em quantidade maior que pensamos".

"Os clubes vão receber o auxílio da federação (para os testes). O nosso apoiador da área médica irá até os clubes para realizar os testes, e isso só é possível por conta do preço que conseguimos"

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1743 pessoas já votaram