Texto por Colaborador: Redação 28/04/2021 - 00:00

Dois dos considerados melhores em campo na goleada por 4 a 0 sobre o Deportivo Táchira falaram aos jornalistas logo após o triunfo pela 2° rodada do Grupo B da Copa Libertadores, no Beira-Rio. Elogiando o trabalho de Miguel Angel Ramirez, tanto Victor Cuesta como Thiago Galhardo avaliaram o triunfo continental que - além do placar - contou com um bom futebol. Confira os principais trechos:

Cuesta: "A gente vem treinando muito a bola parada. Temos grandes cobradores. Hoje, mais uma vez, [Rodinei] bateu muito bem o jogo todo. Aliás, estraguei uma assistência dele. Tive a possibilidade de fazer mais um gol, mas o importante é a vitória. Sabemos que a bola parada pode definir um jogo tanto a favor quanto contra, então é muito importante".

"Era importante ganhar em casa. Precisávamos nos recuperar da derrota em La Paz, quando tivemos dificuldades. Encontramos uma grande equipe e, hoje, era importante conseguir os três pontos (...) Acho que conseguimos mostrar o que a gente vem tentando jogo a jogo, treino a treino. Cada dia estamos mais perto do nosso melhor, do que o treinador quer, do que a gente quer. Então, é continuar treinando".

"A gente trabalha para colocar o treinador em dificuldade, para que ele tenha dificuldade de escalar o time."

Galhardo: "Noite mágica, pelo gol e pelo contexto da vitória. Feliz em ajudar o time. Feliz pelo Yuri que terminou bem a temporada, tem o Guerrero que dispensa comentários e o Taison que está louco para estrear".

"Vitória importante, pelo placar e pela forma que foi. Com posse de bola, criando chances, marcamos gols e executamos bem a proposta de jogo que o treinador está nos pedindo (...) Tudo que trabalhamos nesse processo de 50 dias , é muito bom quando as coisas funcionam como viemos treinando".

Categorias

Ver todas categorias

Tu gostou da nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

574 pessoas já votaram