Texto por Colaborador: Redação 14/02/2020 - 18:00

Rodinei está pronto para fazer sua estreia em Gre-Nais. Na tarde desta sexta-feira (14), o lateral-direito concedeu entrevista, antes do treino vermelho, e apesar de ainda não saber se irá começar entre os XI, falou do que já conhece sobre a rivalidade, de sua experiência no RJ e de que não existe favorito no clássico 423. Confira abaixo essas e outras declarações:

ENTREVISTA

DECLARAÇÕES

Sobre marcar Everton: "É um grande jogador. Sendo eu ou outro jogador (que marca o Everton), dentro de campo é onze contra onze, não podemos ter cuidado somente com um jogador, mas toda equipe."

Gre-Nal: "Não dá pra dizer quem é o favorito. Nossa vantagem é estarmos em casa, mas será um grande jogo. Em campo são 11 contra 11, e já está provado que quem corre mais e joga melhor vence."

"No Flamengo, fiz vários clássicos. A diferença é que, aqui, são só duas equipes. Fica essa expectativa na cidade, a gente vai no shopping, torcedor pede para tirar foto e diz 'sábado tem Grenal, temos que dar a vida'. Nós sabemos da responsabilidade que temos de buscar a vitória. Sei por este tempo que estou em Porto Alegre que o clássico é especial e diferente."

"Dá aquela expectativa, a vontade de jogar. São esses jogos que os jogadores gostam de participar, então, com certeza, dá um pouco de ansiedade também. O Chacho ainda não definiu a equipe que vai jogar. Não é conversinha. Ele é o treinador e ele que escala."

"Não vão ser esses três ou quatro jogos que vão definir o ano, são muitas partidas durante o ano. Mas precisamos encarar cada partida como uma final. A sequência de jogos que temos não vai ser fácil, mas o staff do Inter tem uma recuperação sensacional. Temos que colocar na cabeça que precisamos estar focados."

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1002 pessoas já votaram