Texto por Colaborador: Redação 22/03/2020 - 02:34

Walter Feldman, Secretário Geral da CBF, concedeu entrevista neste sábado (21) ao programa Bandeirantes Futebol Clube, da Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre. Falando sobre o calendário brasileiro e as dificuldades devido à pandemia que assola o país, o dirigente rejeitou no momento qualquer alteração drástica no calendário brasileiro. Confira os principais trechos:

Sobre o apoio aos clubes devido à crise financeira: "Presidente Caboclo já enviou um ofício ao ministro Onyx Lorenzoni para o adiamento do pagamento mensal dos clubes das parcelas do Profut. A solicitação é de 8 a 12 meses para que os clubes não precisem pagar as parcelas do Profut".

Em relação ao calendário e possíveis soluções: "A CBF está em sintonia absoluta com o Ministério da Saúde na pandemia do coronavírus com o intuito de evitar a disseminação da doença (...) A mudança de fórmula do Campeonato Brasileiro está descartada. O desejo nosso, expresso pelo presidente Caboclo, é que a gente possa encontrar datas para os estaduais serem encerrados. Não existe a possibilidade do calendário do futebol brasileiro ser adequado ao do futebol europeu (...) Expectativa da CBF é que no mês de maio, junho a gente retome as atividades. Mas isso é prognóstico. Pode evidentemente mudar. É muito precoce ainda falar em mudança de fórmula do Campeonato Brasileiro. No momento, isso está descartado".

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

1878 pessoas já votaram