Texto por Colaborador: Redação 26/09/2021 - 18:00

O Inter recebeu o Bahia neste domingo (26) em uma linda tarde no Beira-Rio, tentando vencer a terceira seguida para seguir de perto na luta pelo G6. Mesmo enfrentando um rival em crise e com salários atrasados, o técnico Diego Aguirre novamente se mostrou cauteloso ao mandar à campo uma formação com dois volantes. Na prática, o SCI manteve o mesmo modelo desde a chegada do uruguaio, pouco brilho e ofensividade, mas eficiência, sobretudo nas bolas altas. Após um primeiro tempo sem encanto e poucas chances, a dupla Edenílson e Yuri Alberto abriram os caminhos perto do intervalo. No segundo tempo, por outro lado, o jogo caiu ao nosso gosto, com os colorados podendo explorar os contra-ataques. Mesmo neste cenário positivo, todavia, Daniel teve que ser chamado para intervir com alguns milagres até que tudo se encaminhou quando Dourado fechou o placar, em passe na medida de Cuesta. O resultado deixa o SCI com 32 pontos, na 7° colocação, grudado no pelotão entre G4 e G6. 

Agora, Aguirre & Cia retornam a campo no próximo sábado (2), às 21h, frente o Atlético-MG, no Mineirão.  

A etapa inicial teve um Inter levemente superior mas, novamente, sem empolgar. Começando melhor, aos 9' Patrick cabeceou dentro da área enquanto que instantes depois (12') Taison finalizou de 17 metros em boa dobradinha com o camisa 88. Todavia, a pressão gaúcha se resumiu praticamente nisso. Aos poucos devido à extrema lentidão na meia-cancha alvirrubra, o Bahia foi melhorando ao passo que o colorado, sonolento, era pouco agressivo e raramente finalizava. A sorte, no entanto, caiu no nosso colo quando Edenílson colocou na cabeça de Yuri, aos 39'. Depois do gol o tricolor da boa terra quase marcou em escanteio. Ainda assim, mesmo sem nenhum brilho, o SCI foi superior e mereceu a vantagem até o intervalo. Ao todo foram 7 finalizações alvirrubras e 2 somente baianas.

No segundo tempo, o jogo se ofereceu aos colorados na medida que o Bahia se abria na busca pelo empate. Aos 52' Taison quase marcou um golaço de falta, e o Inter seguia aproveitando os maiores espaços cedidos pela esquadra nordestina. Perdendo inúmeros contra-ataques, o Clube do Povo até chegava com perigo, mas pecava no último passe. Sem conseguir liquidar o jogo, Gilberto cabeceou aos 74' com Daniel fazendo uma defensa incrível, salvando do empate. Minutos depois, porém, os gaúchos reagiram e atacaram com força: após pressão vermelha, a bola sobrou para Cuesta mandar na cabeça de Dourado, que antecipou a Guerrero e anotou o 2 a 0. Vitória justa com o SCI, ainda assim, criando pouco no geral: 12 finalizações contra 16.

DESTAQUE POSITIVO:  DANIEL, YURI ALBERTO E DOURADO

FICOU DEVENDO: LINDOSO

FICHA TÉCNICA & CURIOSIDADES

Categorias

Ver todas categorias

Tu apoia a mudança do escudo com a retirada da borda?

Sim

Votar

Não

Votar

136 pessoas já votaram