Texto por Colaborador: Redação 22/05/2020 - 13:40

O site da UOL revelou uma longa entrevista com o ídolo Colorado Rafael Sobis, que atualmente joga pelo Ceará. O ex-jogador da Academia do Povo falou sobre alguns momentos de sua carreira, mágoas e desejos. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Passagem pelo Inter em 2018: “Eu queria ter ficado no Inter, é o clube do meu coração. Gostaria de encerrar a carreira ali, não foi possível, faz parte. Eu vou seguir sendo colorado. O Inter vai seguir firme e forte, e assim que é a vida.”

Sobre o Ceará: "Em 2018, teve uma procura, teve uma conversa, mas eu dei a prioridade para o Inter, tanto que eu fui para lá. Depois, veio a procura, de novo, e acho que valeu, até por questão de respeito. Quando um clube quer bastante você, acho que é importante tentar retribuir. É um lado do Brasil que eu não conhecia, que eu não tinha jogado. Então, estou feliz da vida e com uma expectativa muito boa".

O começo pelo Ceará: "Está sendo bacana. Teve um tempo de adaptação, não só meu, mas do time. Por mais invicta que estivesse, a equipe não estava conseguindo ter bom rendimento dentro de campo. Depois de um tempo, o time começou a andar, e, aí, claro, fica bom pra mim, para os meus companheiros, os gols começaram a sair. A gente estava num crescimento, num momento muito bom de jogo. Essa parada aí vai fazer a gente recomeçar"

A final da Libertadores contra o São Paulo no Morumbi: "Claro que tem vários jogos, mas teve o impacto desse jogo, por ser uma final de Libertadores, no Morumbi, contra o atual campeão do mundo. Foi aquele jogo que nos deu a vantagem, que nos deu o título, no fim, porque depois foi empate [2 a 2] em Porto Alegre. Foi inexplicável. Acho que ninguém imaginava isso, muito menos eu. Eu entrei pra jogar, mas não tinha esse sonho", diz o atacante, que na época tinha apenas 21 anos de idade.

Relação de amor e ódio em momentos da carreira com o torcedor Colorado: "Meio louco, né? principalmente essa relação do torcedor com a gente. O torcedor fica bravo porque eu fiz o gol no Beira-Rio. E foi o gol da vitória. Ganhamos, aí, xingamentos, aquela coisa toda. Logo em seguida, jogamos contra o Grêmio, talvez tenha sido o melhor jogo do campeonato, e, depois, recebe elogios. Então, é a paixão do torcedor".

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova a renovação de contrato de Rodrigo Dourado?

Sim

Votar

Não

Votar

2968 pessoas já votaram