Texto por Colaborador: Redação 08/09/2021 - 13:01

O Inter foi absolvido na manhã desta quarta-feira no STJD. Foram absolvidos o presidente Alessandro Barcellos, o executivo Paulo Bracks e o coordenador da preparação física Paulo Paixão. O trio havia sido denunciado por ofender o árbitro Thiago Luis Scarascati, na derrota de 2 a 1 para o Athletico-PR na Arena da Baixadam pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Segundo informações do GZH Rsportes, na defesa do clube elaborada pelo advogado Daniel Cravo, foram mostradas imagens das câmeras de segurança da zona mista do estádio, comprovando que os colorados não se aproximaram do juiz ao término da partida. Bracks, inclusive, aparece nas cenas com a mão no queixo, observando a passagem dos profissionais de arbitragem.

Barcellos, Bracks e Paixão haviam sido denunciados no artigo 234-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto". Caso tivessem sido punidos, poderiam arcar com uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de uma suspensão pelo prazo de 15 a 90 dias.

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1422 pessoas já votaram