Texto por Colaborador: Redação 17/05/2020 - 13:44

Em entrevista para o site GloboEsporte.com, o treinador das categorias de base do Inter, Fábio Matias, falou a respeito de dois de seus meias na conquista da Copa São Paulo que hoje já estão integrados ao elenco principal de Eduardo Coudet. Confira os principais trechos.

TEXTO:

Gratificação com o trabalho: "Ah, o mais gratificante é com relação à questão da subida dos meninos. Isso depende muito de quem está em cima. O Coudet tem olhar para a base que é sensacional. Ele acompanhou todos os jogos".

"O atleta talentoso não precisa passar por todos os estágios. Se o menino tem talento, está no sub-17 e já não é mais um desafio para ele, por que não ir para o sub-20? Foi o caso do Praxedes. Fez a sub-17 até o meio do ano, e a gente detectou que na sub-20 ele teria crescimento. Foi o que aconteceu. Esse é o grande detalhe: o talento não tem idade".

"O Cesinha tem características interessantes, uma boa proteção de bola. Ele parece pequeno, mas o futebol não tem tamanho. O que ele tem que ter é técnica, ele tem boa técnica, leitura de jogo, maturidade. Ele precisa ter algumas coisas a ver com crescimento. Ele fez uma coisa que o meia precisa que é o pisar dentro da área. Fez vários gols na Copa São Paulo. Até de cabeça. Então é menino que deve ter processo bem legal de continuidade, mas isso no seu tempo - analisa.

Categorias

Ver todas categorias

Você gostou da 3° nova camisa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

1633 pessoas já votaram