Texto por Colaborador: Redação 11/06/2021 - 00:00

Única alma que efetivamente sente o que é ser colorado do time, Taison pediu para ser o primeiro a falar logo após novo vexame na temporada 2021. Após perder o GreNal e ter um início vexatório no Brasileiro, uma queda ridícula para o Vitória, em casa, foi a "cereja do bolo" da humilhação para a torcida. Ciente e sentindo o papelão, o novo capitão alvirrubro falou aos jornalistas logo após a partida. Confira suas principais declarações:

“As conversas do vestiário ficam no vestiário. Tivemos um bom primeiro tempo. Futebol faz coisas que a gente não acredita. Somos culpados. Tô aqui pra defender meu companheiros. Eu assumo a culpa (...) Temos que ajudar o Pedro. É um menino. Foi expulso novamente. Se eu tiver que colocar a cara pra bater. Não sou de marketing. Temos que pensar no Bahia”.

"Nosso primeiro tempo foi muito bom. O futebol é assim, faz coisas que a gente não acredita. Somos culpados pela eliminação. Eu assumo a culpa pelo resultado de hoje."

Sentimento: "Tristeza pela eliminação. Tristeza por sair fora. Era uma competição que a gente queria disputar até o final."

Entendimento das ideias de Miguel Ramírez: “Nao teve problema de entendimento. Não é o esquema. Não é o Ramirez. Quando deu certo tava tudo bem, tava tudo tranquilo. Quando a gente perde um jogo se acha um culpado toda hora. Temos que parar com isso (...) A culpa não é só do Mister. A gente entra em campo, as coisas não acontecem e a culpa cai nele. Todo mundo é culpado. Precisamos ter uma autocrítica. Cabeça inchada. Tá difícil. Sei que vai ser foda amanhã. Temos que virar a página”.

“A gente quando perde o jogo, como perdeu pro Fortaleza e hoje, temos que ter uma autocrítica hoje. É isso que eu converso com eles. Cair fora doi muito. Torcedor tem todo direito de criticar. A gente sabe o que o torcedor sofre. Se tiver que fazer protesto, faça. Faça o protesto do bem, não pra agredir. O torcedor sempre me respeitou e eu respeitei eles." (...) O que eu peço para o torcedor do Inter: acreditar. Sei que é difícil. Sou torcedor. Se vocês confiam em mim. Tô aqui pelo amor que eu tenho pelo clube. Temos que ser homens pra receber crítica. Se me respeitam, só peço que acreditem em nós”.

"É difícil, se quiserem me criticar podem me criticar. Estou muito triste, vai ser uma noite muito difícil.”

Categorias

Ver todas categorias

Aguirre é a escolha certa do Inter?

Sim

Votar

Não

Votar

9 pessoas já votaram